O que é “gatificação”

Atualizado: 4 de nov.

Confira uma série de dicas para aumentar a qualidade de vida do gato em casa


Posso ver seu sorriso, aí do outro lado da tela! Sim! Finalmente vou falar desse assunto tão importante. Gatificação (também chamada por gente sem criatividade de Enriquecimento Ambiental para Felinos) é uma maneira de você estimular seu gato e ao mesmo tempo fazê-lo se sentir mais seguro e protegido. É claro que vou explicar melhor, Miriam. Mas que humana impaciente!


Diferente de vocês, bípedes inferiores, nós, felinos superiores, viemos ao mundo com uma musculatura brilhantemente desenvolvida para saltos; olhos que enxergam dos picos mais elevados; e garras adaptadas para a escalada dos lugares mais íngremes. Diante disso, seria um desperdício vivermos só no chão e no seu sofá, não acha? O fato é que temos a necessidade de espaços verticais onde possamos subir, explorar e de onde possamos avaliar o mundo abaixo de nós. Se você acha que seu bigodinho sobe na geladeira ou na estante apenas porque é curioso ou teimoso, lamento dizer que você está errado. Ele sobe nesses lugares por pura falta de opção, já que você não tem prateleiras e nichos aéreos.



Zuko aproveitando o circuito aéreo do Ayla Flat, hotel exclusivo para gatos (Foto: Rafael Dranoff)


Por que gatificar?

Como hoje eu estou a própria Gata Tereza de Calcutá, vou falar sobre o assunto como se fosse a tia fofa da catequese. Já experimentou caminhar pela casa agachado, seus olhos na mesma altura dos olhos do seu gato? (Não precisa fazer isso agora, Miriam, escreve aqui o que estou ditando, depois você brinca de ser gatinho) Mesmo podendo pular no sofá e na mesa suas opções de atividade e campo visual seriam um tanto limitados, concorda? Pois uma das coisas mais importantes sobre gatificação é que quase todos os problemas comportamentais (agressividade, hiperatividade, reações de medo, tédio, etc) estão relacionados a um ambiente inadequado. Traduzindo: à falta de gatificação do ambiente.


Acredite quando a tia Ayla diz que é nos lugares mais altos que nós, felinos, nos sentimos mais seguros e protegidos. É nesses lugares também que podemos estar mais vigilantes e atentos a tudo o que acontece no local onde moramos. Além disso, ter mais área para nos exercitarmos e brincar faz um bem danado a nossa saúde e forma física. Sobretudo para aqueles de nós, coitados, cujos humanos insensíveis saem de manhã, só voltam de noite, e não são nem capazes de arranjar outro gatinho para nos fazer companhia. (já falamos sobre isso aqui, com dicas e tudo! Vai lá ver: Por que ter mais um gato)


Bichanos que moram em ambientes gatificados, costumam se adaptar melhor com os seres estranhíssimos que são as visitas, crianças e cães (qual o problema em ser sincera, Miriam?). Por quê? Porque com aéreos em casa, sempre há para onde fugir caso um gato se canse de aturar algum desses três tipos esquisitos ou se sinta ameaçado por eles. Terá áreas de descanso garantido e sem risco de interrupção do sagrado soninho da beleza.


Como gatificar o ambiente

Bom, preciso que você entenda bem direitinho que embora o aumento da área vertical seja a parte mais importante quando se gatifica um ambiente, há outras coisas que também contribuem para transformar sua casa num excelente playground felino: brinquedos especiais para gatos, redes para pendurar na base de cadeiras, escadinhas móveis para colocar ao lado do sofá ou cama, arranhadores simples, arranhadores tipo torre, etc... Até caixas de papelão fazem parte da lista de gatificações de um lugar. Negativo, Miriam! Não vou falar sobre caixas de papelão agora. Isso é assunto para a próxima postagem.


O mais importante, no entanto, são as opções para aumentar a metragem cúbica disponível ao seu bigodinho. Gostou, Míriam: metragem cúbica!! Ayla, a engenheira! Essas opções incluem estantes, prateleiras, tocas suspensas, pontes entre um móvel e outro, caminhas de janela, rampas, etc. E há inúmeras opções! Desde aquelas oferecidas por empresas especializadas, que vão produzir lindas prateleiras e nichos feitos sob medida para combinar perfeitamente com sua decoração exclusiva, até as alternativas baratas, que você mesmo pode fazer usando material reciclável, passando pelos móveis aéreos que você encontra em pet shops e lojas de materiais de construção e que são muito fáceis de instalar.



Flat Sofie, uma das acomodações do hotel Ayla Flat (Crédito: Marcelo Noronha)

Dicas importantes

Já sei, você está aí se perguntando se não vou fazer uma listinha com as dicas a serem levadas em conta na hora de gatificar o ambiente do seu gato, né? Mas é claro que vou. Afinal, hoje eu estou mais fofa que o pão de ló da sua avó! Que cara de deboche é essa, Miriam? Eu, heim!


1 – Se você não seguir essa primeira dica, depois não me mande um whats reclamando que seu bigodinho não usa os aéreos. É o seguinte: A casa é do gato! Toda ela. Então não me venha com “vou gatificar só o quartinho dos fundos pra ele usar lá”. Eu te pergunto: Seu gato já usa esse quarto diariamente? VOCÊ usa esse quarto? Se a resposta for negativa, então esqueça. Ele não vai querer saber da novidade. Não é preciso gatificar toda a casa, mas você deve priorizar o ambiente em que você passa mais tempo. Sim, porque seu gato gosta de ficar perto de você e se ele tiver que escolher, vai preferir ficar ao seu lado no chão a ficar no castelo de mil andares instalado nos fundos de casa.


2- Não se preocupe em fazer tudo de uma vez. Vá montando o espaço aos poucos, conforme seu orçamento permitir. Seu gato vai até gostar de ter novidades para explorar de tempos em tempos.


3- Agora largue o celular e preste atenção nessa dica que é superimportante! É fundamental que você monte espaços confortáveis e ergonômicos para os bichanos. Ou seja, leve em conta o tamanho dos seus gatos para não instalar aéreos muito longe ou muito perto uns dos outros, seja na altura, seja na distância; leve em conta o peso do seu gato na hora de escolher como fixar cada item na parede, Prateleiras simples não aguentam um Garfield, né Miram?; tenha alguns aéreos com largura suficiente que permita colocar uma caminha para uma boa soneca nas alturas; opte por texturas ásperas que facilitem o equilíbrio do seu felino.

4- E agora, uma dica de ouro sobre gatificação: Você deve instalar nichos e prateleiras aéreas de forma que o gato sempre possa subir por um lado e descer por outro. Especialmente se você tem mais de um gato. Sim, porque a brincadeira de pega-pega que acontece no chão, vai acontecer também nos aéreos, e ninguém gosta de se sentir encurralado, muito menos um Felis catus. Como não conhece, Miriam? É o nome da minha espécie em latim, Humanus ignorantus! Então, providencie sempre uma rota de fuga completa, ok?


5- Leve em conta que um dos objetivos da gatificação é proporcionar um ambiente onde o gato consiga alcançar uma altura que o faça se sentir no controle, então, se possível, inclua prateleiras acima do nível da cabeça do morador mais alto da casa e uma ou outra próxima da janela, para que ele possa ficar de olho na movimentação do lado de fora.


6 – Caso esteja pensando numa solução “Faça você mesmo” (alguns humanos são bem talentosos nesse dom. Você conhece um assim, né Miriam?) Existem vários vídeos na internet mostrando como fazer os mais variados tipos de aéreos para gatos. Como hoje estou super fof... Eu sei! Eu sei que já disse isso Miriam! Você vai azedar meu bom humor desse jeito. Então, aí vão três vídeos que mostram aéreos de diferentes complexidades para você fazer sozinho:





7- Se você decidir fazer tudo com as próprias mãos, lembre-se de usar material resistente e de boa textura, como madeira sem farpas. Você pode colar carpete ou feltro nas prateleiras e nichos. Isso vai ajudar seu bigodinho a não escorregar e torna tudo mais confortável para uma soneca eventual. Também priorize tinta atóxica para o acabamento ou escolha um lindo tecido (Lilás não, porque essa cor já é minha, sorry) e forre tudo.


8- Como última dica, sugiro oferecer ração, petiscos ou sachê nos aéreos. Isso vai estimular seu bichano a usá-los logo (alguns gatos ficam tímidos no início). Também os ajuda a se sentirem seguros na hora da alimentação, que é sempre um momento em que nós nos sentimos mais vulneráveis.


Pra terminar, não posso deixar de fazer propaganda no meu próprio empreendimento, porque, modéstia à parte, os aéreos aqui do flat são sensacionalmente incríveis! Temos aéreos temáticos, Baby! Duvida? Dá uma olhada nas fotos do site pra ver! Ou vem me visitar e fazer um tour pelos flats. Mas nesse caso, como sou mega atarefada, melhor marcar hora antes ou vai ter que se contentar em ser atendido pela Miriam mesmo.


E agora eu tenho que ir porque o Zuko está dormindo no nicho mais alto da sala há 3 horas e eu já disse pra quem quisesse ouvir (e pra quem não quisesse também) que esse lugar é MEU! Lá se vai minha fofurice pro espaço. ZUUUUKOOOO! Sai já daí se não vou te tirar daí a patadas!


Miau pra vocês.


95 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo